sábado, 6 de fevereiro de 2010

Microprocessadores que eu gosto

Bom, hoje como eu não tenho mais o que fazer, e como eu gosto MUITO de microprocessadores, eu resolvi postar umas fotos e informações roubadas da Wikipedia sobre os microprocessadores que eu mais gosto. Se você gostar de algum desses, depois você me conta.

Intel 4004



Intel 4004 é uma Unidade Central de Processamento com 4-bits. Fabricado pela Intel Corporation em 1971, foi o primeiro microprocessador em um chip simples, assim como o primeiro disponível comercialmente.

Embora projetado originalmente para ser um componente de calculadoras, o 4004 logo encontrou muitos usos. A Intel iniciou um processo que logo fez alguns outros fabricantes de chips a embarcar em projetos para desenvolverem firmemente os microprocessadores mais capazes, o que gerou a tendência que criou as indústrias multibilionárias dos microprocessadores e dos microcomputadores atuais.

Intel 8080



O 8080 possuía um contador de programa de 8 bits o que resultava em uma capacidade de endereçamento de memória de 64kbytes mais 512 portas de entrada/saída, tinha 7 registradores de uso geral de 8 bits cada, instruções lógicas e aritméticas com modos de endereçamento direto, indireto e imediato, trabalhando a um clock máximo de 3MHz. Fabricado em tecnologia LSI NMOS, era disponível em encapsulamento plástico ou cerâmico de 40 pinos (DIP).

O Intel 8080 é geralmente considerado o primeiro microprocessador realmente usável. Foi muito usado em computadores da época, e é totalmente compatível com o Zilog Z80 (que eu adoro pois é o microprocessador do MSX!).

Zilog Z80 (louvado seja! Amém!)



O Zilog Z80 é um microprocessador de 8 bits projetado e vendido pela Zilog a partir de julho de 1976. Foi amplamente usado, tanto em microcomputadores desktop quanto em sistemas embarcados, bem como para fins militares. O Z80, seus derivados e clones constituem uma das famílias de UCPs mais usadas em todos os tempos e, juntamente com a família MOS Technology 6502 dominou o mercado de microcomputadores de 8 bits de fins da década de 1970 até meados dos anos 1980.

Embora a Zilog tenha feito tentativas precoces com versões avançadas da arquitetura Z80 para minicomputadores (Z800 e Z280), estes chips nunca obtiveram sucesso. A empresa também tentou entrar no mercado de workstations com seus Z8000 e Z80000 de 32 bits (não relacionados com o Z80). Nos últimos anos, a Zilog mudou seu foco para o crescente mercado de sistemas embarcados (para o qual o Z80 original e o Z180 foram projetados) e a mais recente família de microcontroladores Z80-compatível, a totalmente pipelined eZ80 de 24 bits com uma faixa de endereçamento linear de 16 MiB, tem sido introduzida com sucesso juntamente com o os produtos Z180 e Z80 menos sofisticados.

A Zilog licenciou o núcleo do Z80 para qualquer empresa desejosa de produzir o dispositivo sem cobrança de royalties, embora muitos fabricantes do Leste Europeu e da Rússia tenham feito cópias não-autorizadas. Isto permitiu com que o produto de uma pequena empresa conquistasse aceitação no mercado mundial, visto que empresas muito maiores, como a Toshiba começaram a fabricar os chips. Consequentemente, a Zilog tem produzido menos de 50% dos Z80s desde sua criação.

O Z80 surgiu quando Federico Faggin, depois de trabalhar no projeto do 8080, deixou a Intel em fins de 1974 para fundar a Zilog com Ralph Ungermann, e por volta de julho de 1976, já tinham o Z80 à venda no mercado. Foi projetado para ser binariamente compatível com o Intel 8080, de forma que a maior parte do código 8080 podia ser executado sem alterações nele, principalmente o SO CP/M.

MOS 6502



O MOS Technology 6502 é um microprocessador de 8 bits projetado por Chuck Peddle para a MOS Technology em 1975. Quando foi apresentado, era a UCP completa mais barata do mercado, custando cerca de 1/6 (ou menos) do preço de dispositivos similares feitos por grandes empresas concorrentes, como Motorola e Intel. Era ainda mais rápido do que a maioria deles, e, juntamente com o Zilog Z80, deu origem a uma série de projetos de computadores que eventualmente resultaram na revolução dos computadores domésticos dos anos 1980. A fabricação do 6502 foi também suprida originalmente pela Rockwell e Synertek, e posteriormente licenciada para várias outras empresas; ele ainda é produzido para uso em sistemas embarcados.

Trívia do 6502

* No filme de ficção científica The Terminator (1984), estrelado por Arnold Schwarzenegger, a platéia em determinado momento, assiste a uma visualização do monitor interno do ciborgue T-800 Modelo 101, onde são mostrados fragmentos de Assembly do 6502 rolando tela abaixo, bem como a imagem de um programa do Apple II chamado KEY PERFECT 4.0, publicado na revista Nibble.

* Bender, um "robô industrial" ficcional produzido em 2998 AD e um dos personagens principais da série de TV Futurama, revelou-se como tendo um 6502 como "cérebro", no episódio "Fry and the Slurm Factory".

* Mesmo nos dias de hoje, mais de 3 décadas depois da introdução do 6502, algumas universidades, incluindo a Universidade da Tasmânia, a University of Applied Sciences de Colónia, Alemanha e a Hull University ainda usam este processador para ensinar linguagem Assembly e arquitetura de computadores.

Motorola 6800 (cuidado, esse pega fogo!!!)



O 6800 foi o primeiro microprocessador de 8 bits produzido pela Motorola, lançado no mercado pouco depois do Intel 8080 em fins de 1974. Possuía 78 instruções, incluindo a infame e não-documentada instrução de teste de barramento HCF - Halt and Catch Fire (= PARE E PEGUE FOGO). Pode ter sido o primeiro microprocessador com um registrador de índice.

Intel Pentium MMX



O Pentium é a quinta geração da arquitetura x86 de microprocessadores criada pela Intel, em 22 de Março de 1993. Foi o sucessor da linha 486. Ele seria originalmente denominado 80586, ou i586, mas como números não podem ser registrados o nome foi alterado para Pentium (presumivelmente pelo fato da raiz grega "pent-" significar "cinco"). O termo i586, entretanto, é usado em programação para se referir a todos os primeiros processadores Pentium (e aos similares fabricados pelos competidores da Intel).

Intel Celeron



Celeron é a marca usada pela Intel em diferentes microprocessadores x86 de baixo custo.

A família Celeron complementa a linha de alta performance da empresa (atualmente a Core 2 Duo, anteriormente a linha Pentium). Introduzido em 1998, o primeiro Celeron era baseado no Pentium II, porém sem cache externo. Versões posteriores eram baseados no Pentium III, Pentium 4, Pentium M, Core Solo, Core Duo e Core 2. Esses processadores rodam muitos aplicativos de forma satisfatória, porém apresentam algumas limitações de performance quando rodam aplicativos mais pesados e exigentes (como jogos e demais aplicativos 3D) e diferem basicamente em três aspectos dos seus "irmãos maiores":

* Tamanho do cache L2
* Clock interno
* Clock do barramento externo

Essas diferenças fazem com que esses processadores sejam mais baratos que os outros processadores de maior poder de processamento, sendo assim, indicado para o mercado de usuários dosmésticos ou para usuários que não necessitem de um poder computacional muito elevado.

Gostou?
Vai no ferro velho que deve ter um monte dessas velharias!