segunda-feira, 31 de maio de 2010

Como criar um blog

Olá pessoal.

Hoje eu vim contar um segredo... O segredo de escrever blogs. Na verdade, isso não é nenhum segredo, só falei isso pra chamar atenção de vocês :P

Nessa postagem eu vou ensinar a vocês como ser dono de um blog. Parece simples, como entrar em http://www.blogger.com/ e criar uma conta. Mas e aí? Criou o blog, escolheu um modelo, inventou um título qualquer e aí? Cadê o conteúdo?! É, não é simples, não. Continue lendo que você saberá o "segredo" de escrever blogs.

A seguir eu comento os 6 requisitos que eu julgo essenciais pra ser dono de um blog que se preze. Se você não cumpre um ou mais desses requisitos, eu duvido muito que você consiga manter um blog por muito tempo.

Além dos 6 requisitos essenciais, eu dou também algumas sugestões para melhorar a imagem e a popularidade do seu blog, e para ajudá-lo a ter controle de "quem entra e quem sai".

Vamos lá, então. Os requisitos pra ser dono de um blog que se preze são:

1° - Gostar de escrever

Eu gosto muito de escrever. Não é à toa que eu tenho 4 blogs. Esse é o primeiro requisito pra você ter um blog. Se você não gosta de escrever, esqueça essa idéia, pois você jamais terá um blog se você não gostar de escrever. Afinal de contas, para um blog sobreviver, alguém tem que escrever alguma coisa nele. Senão, a existência dele não faz nenhum sentido.

2° - Ter algo pra contar

Então você gosta de escrever? Bom, daí já é um começo. Mas você tem sobre o que escrever? Um assunto? vários assuntos? Esse é o segundo requisito pra você ter um blog. Você precisa ter algo pra escrever. À troco de que você vai criar um blog se você não tem nada pra contar? Seria perda de tempo. Perda de tempo total. Se você acha que não tem nada pra escrever, pense um pouco. Pense num assunto que te interessa, algum assunto sobre o qual você gosta de conversar com as pessoas, algo que você acredite que vai chamar atenção de outras pessoas também. Ou não... na verdade, você não precisa escrever exatamente algo que os outros gostem de ler. Blogs foram concebidos para serem "diários virtuais", onde as pessoas contavam a vida e as experiências delas, como se fosse um diário mesmo, porém um "diário público". Mesmo que você fique falando só de você e da sua vida, as pessoas gostam de saber da vida das outras, por que você acha que os "reality shows" como Big Brother fazem tanto sucesso? Porque todo mundo quer ver o que as pessoas estão fazendo. Enfim, se você tem algo pra contar, qualquer coisa que seja, você já cumpriu o 2° requisito.

3° - Saber contar

De que adianta gostar de escrever, ter algo pra contar, e não saber contar? O que eu quero dizer é o seguinte: conte o que quizer, mas seja coerente. Quem vai querer ler algo que não compreende? Pode até ler, mas não vai tirar proveito nenhum da leitura. Ou o seu texto pode ser chato de ler, desinteressante ou "sem cor". Quer um exemplo? Digamos que você queira contar uma coisa boba da sua vida, como a sua rotina durante o dia.

Contando de qualquer jeito ficaria mais ou menos assim:

"Hoje eu levantei da cama, lavei a cara, escovei os dentes, tomei café, tomei banho e fui trabalhar. Foi legal."

Gostou? Isso é um exemplo de texto sem graça, "sem cor", não passa de uma lista de coisas que você fez, que aliás muito provavelmente é o que qualquer um faz. É apenas um relato.

Quem sabe contar, conta qualquer história boba como essa de uma forma que as pessoas gostam de ler, porque a história "ganha cor", porque você insere algo engraçado ou surpreendente, ou faz um jogo de palavras, ou apela pro sexto sentido do leitor, faz o leitor pensar, ver além do que está escrito, fazendo ele ler nas entrelinhas, faz o leitor rir, achar engraçado a sua forma de contar, ou rir da sua situação, escreve com humor, faz a pessoa sentir, ouvir, ou seja, dá vida ao texto. Os melhores escritores do mundo trabalham assim. Contam qualquer bobagem, mas contam tão bem, que mesmo sendo uma simples bobagem, chama e prende a atenção do leitor. É vantagem saber fazer isso num blog também.

Agora, o mesmo relato anterior, agora vira uma história mais interessante de ler, sabendo contar. Me diga se isso não te prende e chama a sua atenção:

"Hoje eu acordei com o sol bem na minha cara. Que raiva. Levantei, fui ainda de olhos fechados pro banheiro, kkkk... Joguei uma água no rosto, sabe como é no inverno, chega a doer. Escovei os dentes, sorriso colgate (Sorriso ou Colgate?), e desci (ou rolei) as escadas pra tomar café. Já na escada eu senti o aroma do café preto... Tá sentindo? Kkkkk, só de pensar eu já sinto :P. No primeiro gole, os olhos abriram (até que enfim!), só o café quente pra me fazer acordar. Finalmente, desperto! Agora, de olhos bem abertos (não pensa no filme!), voltei pro banheiro tomar um banho quente. Na verdade, fervendo, porque o frio exige. Então, finalmente, só me restava partir pro meu destino final: o trabalho... Ah, o trabalho, o mesmo de sempre. Antes o trabalho do que a parte de baixo da ponte. Enfim, essa foi a minha rotina. Foi legal... ou não?"

Melhorou? Claro que melhorou. Eu soube contar. Saiba contar, e o 3° requisito está cumprido.

4° - Saiba escrever em português

Esse é um requisito um tanto controverso. E a Língua Portuguesa não ajuda a resolver o "pobrema". Mas, é a nossa língua. É uma das línguas mais faladas em todo o planeta Terra, imagine você. Brasil, Portugal, Timor Leste, alguns países na África, algumas ex-colônias portuguesas na Índia (Goa) e na China (Macau)... Se você gosta de escrever, tem assunto, e sabe contar, seria bom se as pessoas entendessem o que você escreve. Erros gramaticais e ortográficos chamam atenção das pessoas mais cultas, ou que ao menos sabem escrever corretamente. O que você vai pensar se eu te disser que os erros de um texto chamam mais atenção do que o próprio conteúdo do texto? As pessoas acabam prestando atenção nos seus erros e esquecem do que você está falando. Quer um exemplo? Lá vai:

Pessoa que não sabe escrever português corretamente:

"Hoge estamos de ferias agente foi na praia já era de noite e o céu tava estrelado. Conserteza as pessoas estavam cançadas e só queriam dormir se almenos elas podesse discançar um pouco agente ia aproveita mais o paceio mais agente não tinha aonde dormir então infelismente tivemos que paçar o tempo todo a cordado. Em fim a pesar de tudo agente aproveitou bastante e por tanto agente pretende voutar logo mais da procima ves vamos ir mais sedo por quê daí não vai ter ninguém com sono nem cançado"

Uma pessoa culta vai ler isso e ficar "catando" os mil erros ortográficos e gramaticais do texto, porque é involuntário. Palavras grafadas incorretamente, falta de pontuação, falta de acentuação, etc... Cansa e dói nos olhos. Compare agora:

Pessoa que sabe as normas da Língua Portuguesa:

"Hoje estamos de férias. A gente foi à praia, já era noite e o céu estava estrelado. Com certeza as pessoas estavam cansadas e só queriam dormir. Se ao menos elas pudessem descansar um pouco, teríamos aproveitado mais o passeio. Mas a gente não tinha onde dormir, então infelizmente tivemos que passar o tempo todo acordados. Enfim, apesar de tudo a gente aproveitou bastante e, portanto, pretendemos voltar logo, mas da próxima vez iremos mais cedo, porque assim ninguém vai estar com sono ou cansado."

Outro detalhe, os "emoticons" e gírias da Internet. Tenha cuidado com isso. Apesar de que eu mesmo uso "emoticons", como :P, :), :( ou :\... Mas, ficar se valendo dessas "caretinhas" o tempo todo, cansa. As "onomatopéias virtuais" (inventei essa expressão agora!), também devem ser usadas com cautela: a risada "rsrsrsrsrs", a gargalhada "kkkkkkkkk" e o "ahuahuahua" poluem o texto se você abusar. Gírias e expressões regionais em excesso também fazem mal ao seu texto e cansam o leitor, e pior, se o leitor desconhece as suas gírias e regionalismos, coitado dele. Evite ao máximo grafar as palavras com todas as letras maiúsculas, igual essa "PALAVRA". Não tenha pena do leitor, simplesmente respeite a inteligência e a paciência dele.

Afinal, você certamente não gostaria de ler o texto abaixo, que apesar de o escritor saber escrever corretamente as palavras, peca pelo excesso de "emoticons", "onomatopéias virtuais", gírias e outras aberrações textuais:

"Bah hoje eu fui na casa da Manu... Ela estava super hiper mega maxi ultra animada kkkkkk, isso pois eu havia convidado ela para a festa de hoje a noite :P, mas me diz PRA QUÊ todo esse rebuliço ahuauhauhuha só por causa dessa festa rsrsrsrs... mas vamos deixar ela pra lá :). Afinal, a festa é hoje à noite, maluco :O !!! Putz! Já deveria estar me arrumando :/ Alguém me avisa que eu estou atrasado pra pegar o latão pro trampo? Kkkkk.... Bah, HOJE À NOITE VAI SER PHODA :P Espero que tenham gostado da postagem de hoje :) E do blog também, né :P... Ahuhahuuhauha, estou atrasado e continuo aqui... CHEGA DE PAPO-FURADO, amanhã eu conto tudo pra vocês, ok :P ? Até amanhã!!!!!!!!!!!!!"

Enfim, saiba escrever português corretamente, e evite excesso de "emoticons", "onomatopéias virtuais" e gírias, pois assim você conseguirá agradar aos leitores.

5° - Interaja com o leitor

Como você quer que os leitores gostem do seu blog se você mal considera a existência deles? Para que os leitores saibam que você sabe que eles existem, uma boa idéia é você criar enquetes relacionadas com o tema ou assunto do blog, ou colocar gadgets que forneçam funcionalidade de interação entre você e os leitores ou que promovam a interação dos leitores entre si. Exemplos disso são as enquetes que o próprio Blogger fornece, ou aqueles gadgets do Google que permitem o bate-papo entre os leitores e com o escritor.

Mas interagir com o leitor vai muito além do óbvio. É importante você dar oportunidade para as pessoas pensarem, refletirem sobre o que você escreve, para que elas possam expressar a opinião delas. A primeira coisa é permitir os comentários nas postagens. Isso é praticamente obrigatório. Que chato seria se eu entrasse num blog, achasse legal, mas o escritor me proibisse de comentar sobre o que eu lí. Além de permitir comentários nas postagens, não tenha medo de perguntar "O que você acha disso?". As pessoas geralmente gostam de expressar as suas opiniões, então dê a elas essa liberdade.

Outra forma de interagir com o leitor é dar alguma coisa a ele. Faça upload de material relacionado com o tema ou assunto do blog, e adicione links para que os leitores façam o download desse material. Se o seu blog é sobre música, forneça músicas em formato MP3 para os leitores. Se o seu blog é sobre um cantor ou grupo específico, forneça músicas desse cantor ou grupo. Se é sobre programação, forneça código-fonte de programas que você desenvolveu (eu faço isso neste blog). Se é sobre jogos, sobre emulação, forneça emuladores e ROMs. E assim por diante. Colocar vídeos direto do YouTube no seu blog também é bem legal, desde que os vídeos tenham algo a ver com o blog ou com a postagem onde eles são inseridos. Você não colocaria um vídeo-clipe da Madonna numa postagem sobre a copa do mundo, colocaria? Forneça algo que faça sentido.

Enfim, este requisito em resumo é interagir com o leitor, usar enquetes, fazer perguntas, permitir opiniões e comentários, fornecer downloads e adicionar vídeos relevantes. Isso tudo promove a sua interação com os leitores, e por vezes a interação entre os próprios leitores entre si.

6° - Não desista

Eu já ví um grande número de blogs abandonados pela net. A maioria contém uma meia dúzia de postagens, ou até menos. Eu imagino que os donos desses blogs tenham desistido de escrever nele. Ou seja, eles falharam em cumprir o 5° requisito para ser dono de um blog que se preze. Eles desistiram.

Se você quer mesmo ter um blog, você não pode desistir, não deve desistir dele. Digamos que você tenha criado um blog, escolhido um modelo legal pra ele, desenhado um "banner" bonito, escrito uma postagem por dia, na esperança de que alguém, algum dia, por algum motivo vá ler. Não fique esperando. Eu tenho 4 blogs. Os que eu mais escrevo são o "Cultura Romena" (http://culturaromena.blogspot.com/) e este que você está lendo, que é o meu blog pessoal. O meu primeiro blog foi o "Cultura Romena". Quando eu comecei, eu comecei porque eu queria recordar os meus estudos sobre o idioma romeno. Eu nem esperava que as pessoas fossem se interessar. Hoje eu vivo recebendo e-mails dos leitores, me fazendo perguntas ou me sugerindo assuntos. Eu nunca esperei por isso. E esse blog que você está lendo, essa postagem, eu não espero que alguém venha aqui pra ler isso, mas eu escrevi mesmo assim, pelo prazer de escrever e expôr as minhas idéias. Se alguém quizer ler, que leia. O blog é público, está pela net, o Google lista nos resultados de pesquisa, afinal de contas o Blogger é um serviço que faz parte do Google. Se alguém por ventura procurar por "como escrever um blog" no Google, essa postagem vai aparecer nas listagens, com toda a certeza. Mesmo que apareça em último lugar, mas ela vai aparecer. Então, se você tiver escrito um monte de coisas no seu blog e não aparece ninguém, ninguém deixa comentário nenhum, ninguém se manifesta, não fique de braços cruzados esperando que caia um leitor do céu. Escreva pra ele, que ele aparece, cedo ou tarde. O seu blog não vai bombar de hoje pra amanhã, nem desse mês pro outro. Escreva no seu ritmo, não fique escrevendo todo santo dia no blog a não ser que tenha algo relevante pra escrever, ou seja, não encha lingüiça. Lembre-se de que só depois de muito escrever e de muita enrolação do Google é que o seu blog vai aparecer nas listagens, e o mundo vai descobrir que ele existe :P

Se você não desistir, terá cumprido o último requisito para ter um blog de sucesso.

Enfim, o segredo é você escrever e escrever. Exponha as suas idéias, fale do que quizer, escreva quando quizer, e deixe o mundo pra lá. Cedo ou tarde, os leitores aparecem. Mas não os abandone! Escreva sempre. Mesmo que você fique um mês sem escrever nada, explique o porquê, pra não pensarem que você é mais um que desistiu. E considere as sugestões a seguir pra melhorar ainda mais a imagem e a popularidade do seu blog.


Sugestões para o seu blog "bombar"


Bom, depois desses 6 requisitos para ser um verdadeiro "blogueiro", chegou a hora de sugerir algumas idéias que auxiliam o seu blog a aparecer mais e melhor, e a ficar com uma "cara" bonita. Repare que essas sugestões não garantem que o seu blog faça o maior sucesso da noite pro dia, mas vão ajudar, sem dúvida alguma.

Sugestão 1 - Espalhe links pro seu blog em todo lugar

Esta sugestão é quase que obrigatória se você quer mesmo ter leitores no seu blog. Coloque links para o seu blog ou para postagens individuais dele em redes sociais, como no Orkut, Facebook e Twitter, por exemplo. Na sua página de perfil do Orkut, adicione lá na caixa de status: "Visite meu blog:" e adicione alí um link pra ele. Se você participa ativamente de comunidades no orkut, entre em comunidades relacionadas ao tema ou assunto do seu blog, e coloque lá um link pra ele. A idéia principal por trás disso é que em quanto mais lugares você divulgar o link do seu blog, maior é a probabilidade de pessoas entrarem lá, só porque as pessoas são curiosas mesmo e ao ver o link pro blog elas vão querer ver do que se trata. Isso sempre funciona. Se elas se interessarem, vão voltar mais vezes, vão indicá-lo a outras pessoas, e por aí vai.

Sugestão 2 - Cadastre o seu blog em ferramentas de busca ou em sites dedicados

Pela Internet existem diversos sites dedicados à divulgação de blogs. Um deles é o Blog Geral (há um link para esse site na barra direita deste blog). Cadastre-se e adicione todos os seus blogs lá. Isso aumenta a visibilidade e a popularidade deles. Se o seu blog fizer parte do Blogger, tipo "algumacoisa.blogspot.com", ele já será automaticamente incluído nas listagens do Google pois o Google é que fornece o serviço do Blogger. Acontece que dependendo do assunto sobre o qual ele trata, o seu blog pode acabar aparecendo lá nas últimas páginas da listagem, caso seja um assunto bastante comentado. Por exemplo, se você resolver criar um blog sobre a Britney Spears, ele provavelmente vai parar lá pro final das listagens, porque a Britney Spears é uma artista conhecida e comentada mundialmente, e já existem zilhões de blogs e sites sobre ela (muitos contando mentiras, inclusive). Não espere que o seu blog faça sucesso tão cedo (se é que fará). Não digo isso pra te desanimar, mas é assim que funciona. O Google lista em primeiro lugar os blogs e sites mais populares, mais visitados, mais comentados e mais ativos da net. Aliás, pense bem nisso antes de criar o seu blog. Existem também ferramentas de busca além do Google (sim, existem!) menos populares que este, mas onde você pode cadastrar o seu blog também.

Sugestão 3 - Capriche na aparência do blog

Assim como as pessoas normalmente se sentem mais atraídas pelas pessoas mais bonitas, mais atraentes, mais "bem aparentadas", os leitores podem se sentir mais confortáveis visitando e lendo um blog que além de possuir um conteúdo relevante, é simplesmente bonito. Daí você vai me perguntar, como embelezar o blog. Bom, você pode começar com as postagens. No Blogger, no formulário de postagem você pode editar o texto como se fosse no Word, sem mexer com código HTML. E cá entre nós, editar o HTML cru, é chato. Use negrito quando quizer enfatizar ou deixar bem à vista alguma palavra ou frase. Eu fiz curso de Web Design, e aprendi que palavras em negrito sempre vão chamar mais atenção do leitor, o leitor percebe que o autor negritou aquela palavra justamente para que ele preste mais atenção. Não que o resto do texto dispense atenção, mas a palavra negritada aparece como sendo "especial" para o leitor, pelo motivo que o autor achar necessário. Outra forma de enfatizar palavras e frases, é aplicar o efeito itálico (aquele em que as letras parecem "inclinadas pra frente"). O itálico confere um efeito especial quando você cita frases de outras pessoas entre aspas, ou um diálogo, ou uma pequena história entre aspas, centralizada na postagem, relacionada ao assunto da postagem, obviamente. Algo que deve ser evitado, e que inclusive o Blogger não permite no editor, é o sublinhado. Evite ao máximo sublinhar palavras, ou melhor, jamais sublinhe palavras nem frases, esqueça que existe o sublinhado. Isso se justifica pelo fato de que em geral, os navegadores de Internet têm como padrão sublinhar todos os links das páginas. Tanto que é muito fácil saber o que é texto comum e o que é hipertexto (texto que faz alguma coisa ao ser clicado). O hipertexto são os links, e geralmente eles são coloridos e sublinhados. Se você sair sublinhando tudo que é palavra no seu texto, o leitor pode confundir com um link. Resumindo, não sublinhe nada no seu blog. Outra forma de embelezar o seu blog, é criar um "banner" pra ele. Um banner é aquela imagem logo no topo da página e que praticamente todo o site ou blog tem. A idéia do banner é conter o título ou nome do blog, e alguma descrição, geralmente uma frase curta indicando o propósito ou assunto(s) principal(is) do blog. Agora, como desenhar, o que desenhar, que cores usar, isso já é outro assunto, vai do senso de estética do designer. Inclusive, eu me considero um bom Web Designer, não sou ótimo, mas sou bom. Se quizer um banner pro seu blog, eu faço, basta entrar em contato comigo. Fotos também embelezam o blog, desde que sem excesso e que façam sentido. Uma última idéia pra você melhorar a aparência do seu blog, é adicionar gadgets nele. Gadgets são pequenos programas, geralmente em JavaScript, que você coloca num canto do blog onde eles sempre aparecem independente das postagens sendo visualizadas. Esses gadgets fornecem funcionalidades diversas, você pode por exemplo, colocar um gadget de bate-papo para conversar com os leitores, um gadget de notícias que atualiza automaticamente as notícias relevantes, um gadget de música, de jogo, etc. O próprio Google fornece vários gadgets, e se você é programador e sabe JavaScript ou outra linguagem adequada, pode desenvolver um gadget personalizado e colocar lá.

Sugestão 4 - Saiba quem entra e quem sai do seu blog

Muitos blogs que eu conheço (inclusive todos os meus blogs), contém um pequeno gadget que serve pra monitorar quem entra e quem sai. Não quero dizer que você vai descobrir RG, CPF, nome, endereço, telefone e senhas dos seus visitantes. Quero dizer que você pode saber de que país eles são, quantos são, quantas páginas visitaram, etc. Eu uso o gadget do HiStats (clique no gadget escrito "histats.com" que fica no canto deste blog, pra você ter uma idéia do que é), ele monitora quantas pessoas entraram no blog desde que o gadget foi instalado, quantas pessoas entraram no blog hoje, quantas páginas foram visitadas hoje, e o número de pessoas que estão visitando o blog neste momento. Assim, você não fica triste pensando que ninguém sabe que o seu blog existe. Se você souber quantas pessoas andaram "fuçando" no seu blog, você pode até se surpreender. Experimente.

Sugestão 5 - Reflita bem sobre o título do seu blog e das suas postagens

Essa sugestão vale ouro. O título do seu blog é extremamente importante. Se você tem um blog sobre carros, e coloca o título de "Blog dos Carros", devem existir centenas ou milhares de blogs sobre carros. Que diferença faz esse título, diante dos outros milhares por aí? Se alguém digitar no Google "blog dos carros", vai aparecer uma infinidade de resultados. Então capriche no título. Outra coisa, as postagens devem ter títulos relevantes ao conteúdo também, mas se for muito óbvio, a postagem vai aparecer lá no final das listagens do Google, porque o Google também lista postagens individuais nos resultados de pesquisa. Se você escrever uma postagem sobre o terremoto no Chile, o mais óbvio seria dar o título de "O Terremoto no Chile". Mas imagine, quantos blogs têm uma postagem com esse título? Seja criativo, mas sem esquecer do conteúdo. Seja coerente. Você não vai escrever sobre o terremoto no Chile e colocar simplesmente o título de "O Chile", ou vai?

Sugestão 6 - Responda aos comentários do blog

Algumas vezes, as pessoas podem postar comentários nas suas postagens, mas sem perguntar nada, elas apenas expressam a opinião delas e "deixam o recado" sobre o que elas acharam do que você escreveu. Mas se você não responder com outro comentário, o leitor pode acabar pensando que você ignorou a opinião ou o comentário dele, e isso não é legal. O Blogger possui a opção de enviar automaticamente um e-mail pra você sempre que alguém deixar um comentário em alguma postagem do seu blog. Ative essa opção. Dessa forma, sempre que alguém se manifestar, você vai receber o e-mail automático do Blogger, que contém o título do blog cuja postagem foi comentada, o próprio comentário e o link que leva até a postagem em questão. Siga o link e responda ao comentário. Mesmo que seja só pra concordar e dizer "Realmente, você tem razão" ou agradecer com um simples "Obrigado pela sua opinião!". Fazendo assim você mostra ao leitor que você leu o comentário e que a opinião dele é bem-vinda, e dá motivo para que ele comente outras postagens, pois ele sabe que será "ouvido". Mas se você não respondê-los, a impressão é de que você ignorou o comentário, e o leitor pode pensar "Poxa, nem ligou pro que eu disse". Então lembre-se: responda aos comentários!

Sugestão 7 - Não tenha medo nem vergonha de dizer o que quer

A Internet surgiu das trevas pra te dar a liberdade que ninguém antes de nossa época jamais teve. Num blog, você pode falar de tudo. Desde que você obedeça à lei em vigor, é claro. Afinal de contas, não é porque não existe censura na Internet que você vai ficar escrevendo textos racistas ou neonazistas, porque racismo e neonazismo são crimes puníveis na lei (pelo menos no Brasil). Agora, se você quer falar mal do Lula, do Barack Obama, do Osama Bin Laden, se quer "meter o pau" na rainha da Inglaterra ou no príncipe Charles, vai lá, desde que você não calunie nem difame as pessoas envolvidas, uma vez que isso pode acarretar um processo contra a sua pessoa. Nesse blog mesmo que você está lendo agora, eu escrevo sobre tudo, todos os assuntos que me interessam e que eu tenho algo pra falar eu falo, e falo mesmo. Eu sou ateu, e adoro falar mal dos crentes. Mas e daí? Quem vai me processar por ser ateu e falar mal dos crentes? Não estou falando mal de uma pessoa em particular, não é crime ser ateu (ser crente é que deveria ser crime, rsrs), não é crime falar mal da igreja. Ou seja, tenho total liberdade pra "meter o pau" nesse assunto e em toda essa gente. Não tenho medo de falar, e tão pouco tenho medo de ser processado. Pagaria pra ver isso acontecer. Então, você também não deve ter medo nem vergonha. Fale, e fale mesmo. Se tiver que "meter o pau", meta mesmo. Se quizer falar palavrão, fale mesmo, não é crime, mas não esqueça que os mais educadinhos vão chiar :P

É pessoal, depois dessa longa postagem sobre como escrever e manter um blog, espero que você tenha criado coragem (ou não, rsrs) de criar o seu. Vamos lá escrever!

Abraços!!!